bella torre 6
A+ B-
Publicada em 24 de Junho de 2012
Margens do Rio Ressaca: mesmo com muita chuva não houve ocorrência de alagamento
Foto: Silvio Ramos (PMSJP)

O projeto de revitalização da bacia hidrográfica do Rio Ressaca, da Prefeitura de São José dos Pinhais, está partindo para a segunda fase, de um total de três



A empresa vencedora da licitação para esta próxima etapa já foi definida, e a ordem de serviço para início das obras deve ser emitida nas próximas semanas.

A revitalização do Ressaca teve início no segundo semestre de 2010. O projeto da Prefeitura compreende os 13 km² da bacia hidrográfica do rio e tem como objetivo controlar os problemas de enchente e poluição e proporcionar moradia digna às 211 famílias que estavam morando em áreas de risco ao longo dos três trechos. O orçamento total da obra é de R$ 40 milhões e os recursos são do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) do Governo Federal, com contrapartida do município para as desapropriações (mais R$ 22 milhões, aproximadamente).

A primeira fase das obras compreende a área que vai do Portal de São José dos Pinhais até a Avenida Rui Barbosa, e foi finalizada em fevereiro deste ano, com a presença do ministro de Comunicações Paulo Bernardo. As famílias que moram na região já foram beneficiadas e, mesmo com as fortes chuvas registradas recentemente, não sofrem mais com os transtornos e prejuízos das enchentes.

O trecho referente à segunda fase vai da Rua Ângelo Moro Redeschi até a Avenida Rio Barbosa, e o valor total da etapa é de R$ 16,186 milhões. Segundo o diretor da Secretaria Municipal de Obras, Marcus Vinicius Senegaglia, a segunda fase da revitalização irá seguir os mesmos padrões da primeira. “A previsão é que os trabalhos sejam iniciados no começo de agosto”, afirma.

Ao final da terceira etapa, a cidade vai ganhar um parque linear urbano, com a oferta de espaços ajardinados e equipamentos de lazer e recreação.



Mostra Comentarios