bella torre 6
A+ B-
Publicada em 01 de Fevereiro de 2013
A Acinfaz informa que outros feirões serão realizados no município
Foto: Divulgação/CMFRG

Por motivos de força maior, a Associação Comercial e Industrial de Fazenda Rio Grande (Acinfaz), cancelou o Feirão de Empregos, previsto para acontecer no próximo mês



 

Os feirões realizados pela Acinfaz, com apoio da Fazrh Agência de Empregos e Estágios e demais parceiros, sempre foram promovidos com intuito de atender aos anseios das empresas que procuram profissionais, quanto à população que busca uma colocação ou recolocação no mercado de trabalho.

 

“O primeiro evento foi realizado em 2011, através de uma parceria entre diversos órgãos (Cadi, Fiep, Senai, Acinfaz, Fashr, Igreja Nova Vida, Câmara Temática de Recursos Humanos, Prefeitura Municipal e empresas exportadoras). Devido ao sucesso do evento, o projeto foi seguido pela Acinfaz, e em 2012 realizamos o 2° evento, onde no pátio do Colégio Andriguetto contamos com mais de 5 mil visitantes e 15 empresas ofertando vagas ”, comenta Giulianno Gomes, gerente da Acinfaz.

 

Em 2013 o objetivo não mudou, empresas de renome se instalaram e estão se instalando em Fazenda Rio Grande, aumentando, desta forma, a expectativa da população em relação à geração de empregos na cidade. Com isso, a Acinfaz novamente programou a realização do feirão, com data prevista para Março. Porém, devido ao fato da Prefeitura ter também agendado uma feira de empregos para o mesmo período e a desistência de algumas empresas por causa dessa feira, a Acinfaz decidiu cancelar o evento.

 

 “Estudos foram realizados desde Agosto de 2012 e atividades estavam em andamento, ou seja, tudo estava correndo como previsto. No inicio de Janeiro de 2013 indústrias do município já haviam confirmado presença em nosso evento, mas, no dia 17 de Janeiro fomos notificados que a Prefeitura, através da Agência do Trabalhador também iria promover uma feira de empregos. Tentamos continuar com o projeto, mas, optamos por cancelar, haja vista que a missão da Acinfaz é somar para o desenvolvimento local, caso continuássemos, uma divisão de público, empresas, apoiadores e esforços aconteceria. A preocupação com o desenvolvimento local é obrigação que toda organização pública e privada deve assumir”, conclui Giulianno Gomes.



Mostra Comentarios